Como se cria um trauma emocional e físico

trauma emocional eft

O EFT tem como fundamento que o trauma é resultado daquilo que nos acontece e que é sentido com uma carga emocional forte. O trauma deixa uma marca no sistema emocional/energético, e tende a repetir a mesma emoção em situações semelhantes ou diferentes, criando um padrão de resposta emocional e comportamental, chegando com o passar do tempo, a sintomas físicos.

Como metáfora é como se no fluxo de um rio caísse um grande pedregulho, que fica a bloquear a passagem e atraindo mais pedras e outros detritos passantes.

Através da epigenética, sabemos que o “meio ambiente” é um factor de controle no que acontece com as células, condicionando o desenvolvimento correcto ou deficiente ou causando doenças. E para uma célula o “meio ambiente” é tudo. Desde o que se come, até aos compostos bioquímicos que o corpo produz em reacção aos pensamentos e emoções, passando pelo contacto com outros seres exógenos, como bactérias e vírus.

Tudo o que se passa no meio ambiente da célula, activa ou destactiva antenas receptoras próprias para cada “acontecimento” e de cada vez que uma célula se reproduz, reforça a presença de determinadas antenas que por sua vez são a representação de um acontecimento.

images

Imagine um momento em que viveu uma situação de medo intenso associado, digamos a uma barata – só para ser um assunto simples.

Acontecem várias coisas nesse momento.

Primeiro o cérebro percepcionou, por algum motivo, a barata como algo perigoso. A seguir dá ordens ao corpo para produzir uma grande quantidade de bioquímicos como o cortisol e adrenalina para preparar o corpo para lutar ou fugir.

Estes químicos transformam o “meio ambiente” da célula activando muitas das suas antenas receptoras destes químicos e inundando o interior da célula com esta informação de perigo. A célula, interiormente, cria químicos de resposta a esta inundação e conforme o local do corpo, liberta ou absorve açúcares, abranda até ao estado mínimo ou acelera incrivelmente. Todos conhecemos os sintomas de um acesso de stress: respiração e coração acelerado, tensão muscular, estado de alerta nos sentido, olhos e ouvidos preparados para perceber o que se passa em volta e todos os músculos prontos para lutar ou correr sem parar.

E assim está criado um nó. Um medo, racional ou não, não importa, resulta numa alteração do meio ambiente das células, que altera por sua vez a própria célula ao nível da activação e desactivação de genes no ADN, o que cria dentro de si uma representação da percepção e da experiência de perigo e apesar de os valores baixarem no corpo em geral, este acontecimento deixou uma marca no sistema.

epigenetics_FINAL

Quando for altura desta célula se reproduzir, irá reproduzir-se tal como está, com esta marca. E o número de células afectadas irá aumentar, tal como uma sensação de desconforto no corpo, um aumento do estado de alerta e de excesso de produção de químicos desnecessários. A longo prazo, níveis elevados de stress, nem sempre consciente, produzem grandes estragos no delicado estado de equilíbrio e saúde, criando dificuldades em dormir, concentrar-se, aumento de peso, problemas cardíacos e de um modo geral uma sobrecarga no organismo.

E por fim, tudo isto criou uma memória, associada a um estado emocional, físico e energético que vai desde uma percepção até todas as células e ao mundo intracelular.

Foi instalado um medo de baratas. Com o tempo a associação cérebro/corpo vai repetindo este acontecimento ao nível da memória, reforçando de cada vez todo o sistema e criando uma reacção cada vez mais instalada, reforçada e profunda. De cada vez que encontra uma barata tudo acontece de novo com uma intensidade maior. E mesmo quando não vê uma barata, essa reacção vai crescendo, via reforço da memória. Por fim, só a vaga ideia de um dia poder eventualmente ver uma barata causa tanta reacção como ver efectivamente uma. Está instalada uma fobia intensa.

Como o EFT lida com isto?

É simples. Cada sintoma, cada aspecto, é trabalhado separadamente de modo a libertar a energia associada ao nó emocional e físico.  É uma reprogramação mental e física rápida, suave e efectiva. Vamos indicar ao cérebro que aquilo que percepciona como perigo, não o é.  E programar uma nova de reacção de tranquilidade e calma perante a mesma situação.

Neste exemplo falámos de uma barata e de uma fobia, mas o principio é o mesmo para qualquer evento ou situação emocional , pois como se percebe, as emoções causam sintomas físicos e os sintomas físicos acabam por reforçar o lado emocional.

 

Um pensamento sobre “Como se cria um trauma emocional e físico

  1. Pingback: bebé amado é um adulto que ama – Terapia EFT ou Tapping | equilíbrio emocional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s