Terapia EFT ou Tapping – equilíbrio emocional

(EFT – Técnica de Libertação Emocional) psicoterapia integral: corpo, mente, emoções e energia >>>>> liberte o que precisa de perder. ganhe o que mais deseja.


Deixe um comentário

EFT e pesquisa científica

Um video onde Dawson Church, um doutorado americano que tem feito muito pela investigação científica dos efeitos de EFT. (ver CV)

Também tem sido responsável por levar oo EFT, numa das suas vertentes, Clinical EFT, à comunidade psicoterapeutica.

Aqui Dawson Church fala do que acontece no corpo quando se aplica EFT., e como a sistema mental está profundamento ligado ao corpo e tudo o que se passa com cada pessoas.

 

Anúncios


Deixe um comentário

Fique com alguém que te ame

No fundo de cada um de nós é mesmo isto que queremos.
Mas o caminho para lá chegar nem sempre é simples nem claro.
E porque é tão difícil encontrar o verdadeiro amor? O que é que procuro sempre e não obtenho?
Os amores da nossa vida reflectem as nossas sombras. Por isso parece, às vezes, que a pessoa muda mas é sempre a mesma… A repetição do padrão negativo, nem sempre é tão óbvia, mas pense: o que é que esta pessoa me faz sentir? em que é que ela me lembra de outras pessoas? e mais profundo ainda, o que é que ela tem que me faz lembrar os meus pais (ou cuidadores primários)?
Bem lá no longe… os aspectos mais difíceis e dolorosos, são aí que se encontram a origem dos padrões…
Lá longe, na infância aprendemos a reagir de determinado modo para podermos sobreviver, superar as dificuldades e obtermos a atenção de quem nos cuidava. E elaborámos uma estratégia… cada um com a sua.
Este modo emocional de funcionar na relação, torna-se totalmente inconsciente, e repete-se e repete-se ao longo do tempo até… quando? é um beco sem saída?
Normalmente é. E vai-se agravando ao longo do tempo, também, com uma espécie de “vontade” do padrão se tornar consciente e se poder libertar…  mas até aí apenas repetimos, mais uma e outra vez a mesma emoção de base.
A boa notícia é que é possível libertar estes padrões inconscientes, não pela força de vontade ou de controlo, mas contactando com a emoção que precisa de ser acalmada e colmatada. Depois também é necessário recriar toda a estrutura emocional necessária para ter uma boa relação amorosa completa e que implica quebrar com os vários sabotadores internos perante o parceiro ideal.
Com EFT isso é possível. É verdade que é necessário empenho e capacidade de encarar alguns assuntos difíceis… mas o resultado final é fantástico, não é?


Deixe um comentário

ponto do coração

eft coração

No protocolo que utilizo em EFT este é um ponto fulcral. O contacto consigo mesmo. e o local de sintonização também com o problema.
Já reparou (normalmente) que é o local onde localiza o seu “eu”? Eu faço-o quando aponto para mim…
Facto ou ato inconsciente ou de resposta a uma intensidade energética, este ponto relaciona-se com o coração e já foi medido como o centro electromagnético mais poderoso no corpo.

O centro do peito relaciona-se com:

  • o ponto 17 do vaso da concepção, chamado Mar do Qi, e onde também se cruzam outras meridianos.
  • o timo, do grego significa energia vital, e a activação do sistema imunitário atravéz do sistema linfático
  • chacra do coração, centro energético poderoso que reflete a capacidade de receptividade e da aceitação, do amor e compaixão por nós mesmos e pelos outros.

Com tanto a cruzar-se numa zona tão crucial, é um ponto útil para usar em urgência, para acalmar a mente e as emoções. Use em caso de uma emoção muito intensa (ansiedade, zanga, tristeza, cansaço extremo)…
Coloque a mão sobre o peito, massagem circularmente ou dê as tapinhas ligeiras enquanto se connecta com o que sente e coloque a intenção de deixar ir tudo isso… respire o mais tranquilamente possível até sentir a acalmia chegar. Continue até atingir uma neutralidade. Depois pode colocar uma intenção positiva, como mais calma ou mais energia ou mais alegria…

Também pode aplicar em outras pessoas, incluindo bebés e crianças.

 

 

 


Deixe um comentário

Fobia de elevadores

panic-attack-4

Simão chegou com uma fobia de elevadores. Contou que esta situação já durava há algum tempo mas que “o medo tem vindo a aumentar e começa a limitar a minha vida”.

Perguntei-lhe o que sentia quando entrava num elevador. Ele explicou que era como se “uma coisa viesse em direção à minha cara e me retirasse o ar”. Começámos então por trabalhar com essa sensação. Recorremos bastante à técnica de visualização e às sensações físicas que o Simão tinha quando entrava em elevadores. Ao sintonizar-me com tudo o que ele estava a sentir, tornou-se intuitivo guiá-lo e ir trabalhando as várias camadas e aspectos do problema (todas as lembranças, pânico interno, ansiedade por se sentir a sufocar, etc.).

Este foi um tratamento bastante rápido, foram precisas apenas duas sessões (4 horas ao todo). No final da primeira sessão, perguntei se podíamos fazer um teste e o Simão aceitou, dizendo que já se sentia confortável para tentar. Levei-o ao elevador do meu prédio e pedi-lhe que entrasse. Ele conseguiu fazê-lo com relativa facilidade, sem se sentir a sufocar.

Quando se encontrou comigo para a segunda sessão, o Simão contou-me que já entrava muito mais facilmente nos elevadores do seu local de trabalho. Trabalhámos nas pequenas sensações que ainda restavam e, no final, fomos até ao elevador novamente. Ele disse que se sentia “bem, como se estivesse em outro local qualquer”. A sua fobia tinha desaparecido.

Esta é uma das características mais incríveis da EFT, a rapidez com que atua. Desde que sejam trabalhados todos os aspetos, todos os pequenos sinais e sintomas que aparecem no corpo, vão-se libertando os pequenos gatilhos que ativam a fobia e esta acaba por ser eliminada.

Se tem alguma coisa que gostaria (ou precisa) de fazer mas que evita por lhe causar desconforto, venha experimentar EFT e mude tudo isso rapidamente.


Deixe um comentário

Corporizar

blue,flame,girl,glow,line,lines-5fc8f089afabfd6d6b3151f23ad86a7d_h

 

Temos um corpo.
Pensamos, sentimos e vivemos dentro deste corpo.
Toda a nossa história está guardada nele.
Há sinais que refletem a nossa história: tensão, rigidez, peso, dor são sentidos no corpo. Também são corpóreas as sensações metafóricas como as borboletas no estômago, o congelar, o nó na garganta, o coração partido, a o peso no mundo nos ombros, uma pedra no peito, faca cravada nas costas, o estômago em chamas, engolir sapos, os pensamentos a andar à roda…
Todos estes sinais são sentidos no corpo. A alguns o nosso pensamento dá um nome (uma etiqueta) de acordo com uma aprendizagem: tristeza, frustração, perda, traição… A outros não damos nome e fica a sensação de incómodo e de algo que permanece.
Todos estes sinais, os com etiqueta e os sem etiqueta, desde os mais subtis aos mais intensos chamamos emoções. As emoções são os sinais que sentimos no corpo em resultado de algo que aconteceu externamente. Para nos “avisar” do que se passa e seguirmos o caminho mais apropriado para nós. Claro que há muitas emoções deslocadas e não adequadas à situação. Isso quer apenas dizer que existe um excesso acumulado e que explode com algo muito pequeno – a gota de água.

E porque acontece assim?
O nosso corpo é mais do que fisiologia. Tem matéria e tem algo invisível, e estes dois aspectos estão interligados. Somos um sistema holístico, dinâmico, interdependente e “inter-influenciável”: quando actuamos num dos componentes, todos sofrem uma alteração. Somos o corpo, o comportamento, a mente, o pensamento, o espírito, e subjacente a tudo, a energia que faz parte das partículas mais pequenas de nós: todos os “quanta” que compõem os átomos de cada corpo.
Esta energia é não visível, mas mensurável através de alguns processos.
E esta energia idealmente deveria correr livre e em fluxo constante, para sermos perfeitamente livres de bloqueios. No estado ideal tudo acontece no mundo, a informação entra no fluxo individual de energia e é imediatamente libertada, deixando uma aprendizagem apenas. No entanto, por motivos misteriosos, não acontece assim.
Gosto da dar a imagem de um rio poderoso, limpo, forte, cheio de natureza e vida. Por algum motivo dão-se derrocadas em vários locais, por motivos diferentes. Em cada local, cria-se uma zona de estagnação onde mais detritos do rio se acumulam: pedras, troncos, restos de outras coisas.  Estas zonas começam a bloquear o curso do rio, e quanto mais estagnação há, mais detritos se acumulam até o fluxo do rio ficar seriamente perturbado. Em vez de ser um rio forte e poderoso há um rio poluído e estagnado, com barragens de detritos. Estes detritos são acumular das emoções, histórias da vida, aprendizagens, condicionamentos culturais, sociais, familiares, traumas…  Na história das nossas vidas há um acumular de mau-estar e tudo o mais que tentamos libertar de várias maneiras.

big river - kinfo

E o que fazer com tudo isto?
A resposta que o EFT apresenta, é o seu nome – Técnica de Libertação Emocional. Aquilo que o EFT faz é encontrar e conectar essas emoções guardadas e desvanecê-las através de um processo simples muitas vezes chamado de acupuntura sem agulhas.

E o que acontece a seguir?
Quando a emoção /pensamento se desvanece fica a sensação de leveza, desligamento, alívio. O assunto deixou de ter a importância anterior. E para terminar de modo emporerador, colocamos nesse lugar algo positivo e forte.

E é assim tão simples?
É simples, rápido e eficaz. No entanto, não é mágico 🙂 A prática é necessária, tal como com qualquer outra prática, e leva aos resultados desejados.

E podemos usar em quê?
O criador da técnica, Gary Craig, diz ” experimentem em tudo”. E assim é. Tudo o que produza alívio e leveza já é algo diferente e uma melhoria.
Quando a emoção é completamente libertada, sentimos, pensamos e temos comportamentos diferentes. E é esse o resultado de limpar as barragens estagnadas e o fluxo do rio ser reposto.  É encontrar o equilibro emocional.
É ser, cada vez mais naturalmente, o verdadeiro ser único que somos. Trazer à luz e fazer brilhar a luz que nos anima.


Deixe um comentário

Insónia

 

insonia-im

A insónia é resultado de uma perturbação no sistema que controla o ciclo vigília-sono e que faz com que não relaxe.
Qualquer que seja o motivo, as sessões de desbloqueio energético EFT são dirigidas
às causas da perturbação, libertando a energia acumulada e trazendo um relaxamento profundo e duradouro.


Deixe um comentário

Stress pós-traumático

phobia

Stress pós-traumático resulta da contínua lembrança do choque sofrido num evento traumático, como se vivesse esse acontecimento vezes sem conta.

Normalmente associado a traumas de guerra,  pode ser mais comum do que se pensa e estar ligado a  ter sido atacado por um cão ou ser assaltado na rua, ou em casa. e claro que assuntos mais graves, como uma agressão violenta, ou uma violação também se enquadram neste caso.

Mesmo sem sofrer ferimentos, o trauma e o choque emocional criaram um bloqueio energético, que forma um circuito fechado de stress e ansiedade, que provocam sintomas como insónia, pesadelo recorrentes, insegurança generalizada, ataques de pânico ou raiva, por vezes uma obsessão ligada ao que aconteceu, sentimentos depressivos e suicidas, um mal estar profundo que nos casos mais graves é compensado com uso de drogas ou álcool para conseguir esquecer.

stress post traumatico

Com EFT é fácil e rápido retirar todos os sintomas. De referir os estudos levados a cabo por Dawson Church em 2013, em que os sintomas de Stress pós traumático em veteranos de guerra baixou 64% apenas após 6 horas de tratamento. Outro estudo de 2016 referiu que 90% de veteranos submetidos a um tratamento mais longo nunca mais tiverem sintomas de recaída de nenhum género.

Estes estudos são apenas alguns dos que suportam a rapidez eficácia do tratamento com EFT em casos considerados graves e de difícil tratamento.

E a si, aconteceu-lhe algo que se lembra e relembra sem conseguir interromper o ciclo? Sofre de algum dos sintomas referidos?  Experimente EFT e sinta tudo isso a desaparecer.